Rafael Schneider fala sobre o conceito “cidade versus natureza” da Senplo e de sua entrada no Lab

Foram 20 estilistas e marcas pré-selecionados para concorrer a três novas vagas no Projeto Lab, que acontece na 41ª Casa de Criadores em abril. Os trabalhos inscritos foram selecionados através da Plataforma BeYou, em um processo inédito totalmente online, e passaram pelo crivo de uma comissão técnica formada por diversos profissionais do meio de moda. O júri foi presidido pelo diretor artístico da Casa de Criadores, o jornalista André Hidalgo (leia entrevista com ele), e os vencedores desfilam suas coleções verão 2018. A banca avaliadora foi formada também por Camila Yahn (FFW), Chiara Gadaleta (stylist), Daniel Ueda (stylist), Eduardo Viveiros (Chic), Evilásio Miranda (consultor), Jorge Wakabara (Lilian Pacce), Juliana Jabour (estilista), Maria Prata (jornalista), Patricia Bonaldi (estilista), Rafael Varandas (Cotton Project), Silvia Rogai (Vogue), Susana Barbosa (Elle), Taciana Veloso (Index assessoria) e Thiago Ferraz (stylist). Pois bem: os três selecionados, que entram para o line-up da Casa de Criadores, são Diego Malicheski, Rafael Schneider (Senplo) e Rafaella Caniello. Abaixo, o segundo dos três perfis. Fala, Rafael Schneider!
*
Casa de Criadores –  Quem é Rafael Schneider?
Rafael Schneider –
“Sou formado em Design Gráfico e de Produto pela Universidade de Caxias do Sul. Sempre gostei muito de desenvolver produtos e criar uma interação entre eles, para expressar uma forma de viver que ajude a elevar a qualidade de vida das pessoas. Eu sempre vi a moda como este elo de ligação, diante de várias frentes criativas, pois com as roupas transmitimos também muito o que pensamos e como somos, e me apaixonei por esta busca de uma identidade que pudesse transmitir o que imagino como estilo, sempre tendo como referencia uma imagem brasileira que possa ser transmitida fora do Brasil.”
*
Casa de Criadores –
Conte um pouco sobre o projeto que criou para concorrer a uma vaga no Projeto LAB.
Rafael Schneider – 
“O projeto é basicamente o nosso conceito como marca (Rafael é sócio de Daniel Bossle, o diretor administrativo), traduzir esta fusão que vivemos nas grandes metrópoles entre a cidade e a natureza, reinterpretadas com elegância e atemporalidade. Acredito que o país possuí uma identidade muito despojada pelo fato do país ser quente e ter este culto à praia, o que o torna muito despojado. O que quero fazer é trazer um equilíbrio entre a elegância e o despojamento, focando um senso estético mais refinado, mas prático e democrático.”Casa de Criadores -Na sua opinião, qual a importância de entrar para a Casa de Criadores?
*
Rafael Schneider – “Acredito que a Casa de Criadores é um ótimo meio de comunicação para as novas marcas e criadores, é onde temos o espaço de mostrar o futuro da moda nacional, da busca de algo autêntico e reflexivo, com a preocupação conceitual sem esquecer do comercial. A Casa de Criadores é o palco perfeito para se testar coisas novas e ganhar a expertise.”Casa de Criadores -O que pretendem apresentar no evento?
*
Rafael Schneider – “Acreditamos muito em continuidade no nosso projeto, então como meta de marca queremos reforçar em cada coleção este conceito de elegância tropical, testando novas silhuetas, novas proporções, com materiais texturizados e de paleta monocromática. Tenho a intuição de que será um ótimo ingresso da Senplo na Casa de Criadores.”
*

cine-casa

Compartilhe: