Apolinário vai lançar coleção de sapatos e aproveita para questionar a “carne mais barata do mercado”

Com uma bota over-the-knee transparente, Victor Apolinário chega chegando neste inverno com uma coleção de sapatos genderless. A ideia, segundo o estilista que desfila na Casa de Criadores, é descentralizar a noção de gênero. Os pares, que custarão em média R$ 750, têm numeração disponível até o 45, coisa bem rara no mercado de moda.

A campanha, como tudo no trabalho de Apolinário, terá crítica social. Transparency Campaign, a série fotográfica, mostra as botas com carne moída dentro. Embalando o futuro vídeo, a canção “Carne Negra”, famosa na voz de Elza Soares, que diz que “a carne mais barata do mercado é a carne negra”. E segue com dados sobre a realidade da população negra brasileira, como o aumento de 22% nas mortalidades entre as mulheres.

“Essa carne não é de boi ou de frango. Ela representa a carne humana, ao mesmo tempo em que o plástico faz alusão às estruturas que diminuem as nossas potências”, disse o estilista em entrevista à revista “Elle” brasileira.

Parte do lucro com as vendas, segundo ele, vai para a família de Rafael Braga. “Hoje, ele é o símbolo de todas as estruturas racistas no Brasil”, disse Apolinária à revista, sobre o jovem negro que foi condenado a 11 anos e três meses de prisão por portar uma garrafa de desinfetante em uma manifestação em 2013. É assim que se faz!

Compartilhe: