Money, money! Michel Kors compra Jimmy Choo por R$ 3,7 bi e ações sobem na Europa

Uma notícia quente no mercado fashion despertou investidores na manhã desta terça-feira com a compra da Jimmy Choo feita – em cash – pela Michael Kors. O valor pago pela marca britânica, famosa pra criação de sapatos luxuosos, assim como bolsas, perfumes e óculos de sol, foi de US$ 1,2 Bi (cerca de R$ 3,7 bi). Valor equivalente a cerca de 17,5 do Ebitda da Jimmy Choo declarado em 2016. Detalhe: nos últimos anos, a Jimmy Choo, fundada em 1996 pelo sapateiro da Malásia Jimmy Choo e pela jornalista Tamara Mellon, tem sofrido queda de suas vendas.

E bastou a notícia vir à tona para as principais ações de varejo e luxo da Europa subirem, segundo anunciou o portal “WWD”. Em média, o mercado britânico subiu 1%, seguido de 0,9% dos mercados de Paris e Milão e 0,5% em Frankfurt.

Campanha da Jimy Choo

A venda foi feita pela JAB Holding Co., controlada pela família bilionária alemã Reimann, e que adquiriu a marca em 2011 por cerca de US$ 652 milhões, pouco mais de 50% do valor vendido à americana Michael Kors. Na ocasião, Tamara Mellon caiu fora do negócio. Em 2014, a holding já havia vendido parte da empresa, mas continuou como dona majoritária com um total de 68%. Antes de 2011, a Jimmy Choo já havia recebido investimento de fundos diferentes em três momentos.

Criada em 1996 pelo sapateiro da Malásia Jimmy Choo e pela jornalista de moda Tamara Mellon, a Jimmy Choo caiu nas graças de estrelas que vão de Lady Di a Beyoncé, passando por Kate Middleton e Emma Stone.

O sapateiro Jimmy Choo

No primeiro semestre, a Michael Kors flertou com a compra da Kate Spade & Co., mas a venda acabou sendo para a Coach. Segundo o portal “Business of Fashion”, para a transação bilionária a Jimmy Choo foi aconselhada por executivos dos bancos Goldman Sachs e JPMorgan Chase & Co., enquanto a Jimmy Choo foi assistida pelos bancos Merrill Lynch e Citibank. Ainda segundo o portal, Michael Kors, diretor criativo e presidente da empresa que leva seu nome, manterá a equipe atual da Jimmy Choo, liderada pelo diretor executivo Pierre Denis.

Compartilhe: