Junho é mês de Festival Varilux de Cinema Francês e aqui a gente reúne trailers e sinopses

Os loucos por cinema contam os dias para mais uma edição do Festival Varilux de Cinema Francês. Porque cinema francês é aquilo, né: diálogos que dão vida às ações. A maratona será de 7 a 20 de junho, com cerca de 60 cidades brasileiras recebendo os longas. No ano passado, o Varilux conquistou o ranking de maior festival francês do mundo, levando 180 mil pessoas aos cinemas e apontando um crescimento de 15% em relação ao ano anterior. Neste ano são 20 filmes. A delegação artística estará presente em Salvador, SP e Rio de Janeiro entre os dias 4 e 9 de Junho. Além da exibição dos filmes rolam atividades paralelas como debates com os integrantes da delegação (atores e cineastas), ações e sessões educativas e laboratório franco-brasileiro de roteiros. Abaixo, os trailers dos principais filmes.

L’amant Double (O Amante Duplo)

Nesse drama do grande diretor François Ozon, mesmo de “8 Mulheres” (2002), “Dentro da Casa” (2012) e “Jovem e Bela” (2013), Chloé (Marina Vacht) é uma mulher reprimida sexualmente que sente dores no ventre. Acreditando que seu problema seja psicológico, ela busca a ajuda de Paul (Jérémie Renier), um psiquiatra que tem um irmão gêmeo. Pura tensão psicológica. O longa participou da Seleção Oficial do Festival de Cannes 2017 e foi exibido também nos festivais de Londres e Karlovy Vary.

Custody (Custódia)

“Custódia” (Jusqu’à la garde), de Xavier Legrand, trata da disputa entre um casal pela guarda do filho. O longa foi vencedor do Prêmio de Melhor Direção e Melhor Primeiro Filme no Festival de Veneza. Miriam e Antoine Besson se divorciam e ela tenta a custódia exclusiva de seu filho Julien, para protegê-lo de um pai que ela afirma ser violento. Refém do crescente conflito entre seus pais, Julien é levado ao limite para evitar que o pior aconteça. Mas calma lá: é uma comédia bem ao estilo “diálogo” francês.

Diane a les Épaules (O Poder de Diane)

Com direção de Fabien Gorgeart, o filme O Poder de Diane trata do tema barriga de aluguel. Neste caso, um casal gay de amigos pede ajuda a Diane e o longa trata dessa ruptura dos padrões ditos como normais na sociedade, contando ainda com a paixão inesperada de Diane por um dos amigos.

La Nuit a Dévoré (A noite Devorou o Mundo)

Dominique Rocher é um jovem cineasta e lançou essa sátira social em forma de filme de zumbis. A Noite Devorou o Mundo (La nuit a dévoré le monde) mostra uma cidade invadida, com um único ser humano tentando sobreviver. Com Anders Danielsen Lie, Golshifteh Farahani e Denis Lavant.

Dans la Brume (O Último Suspiro)

“O Último Suspiro” (Dans la brume), do quebequense Daniel Roby, segue essa linha terror mostrando uma família tentando se salvar após uma contaminação química. Com Avec Romain Duris, Olga Kurylenko, Fantine Harduin, Michel Robin e Anna Gaylor, lança sobre a França um nevoeiro misterioso e mortal que faz com que os sobreviventes se refugiem nos últimos andares e telhados dos prédios.

Le Brio (O Orgulho)

Crescida na periferia, Neila Salah sonha em se tornar advogada. Inscrita numa importante universidade parisiense, entra em atrito com Pierre Mazard, professor conhecido por suas provocações e deslizes. O filme trata de preconceitos enraizados em homens e mulheres, independentemente da condição social.

Le Rertour du Heros (O Retorno do Herói)

Com figurino napoleônico elogiado e atuações fortes, esta comédia com Jean Dujardin, Mélanie Laurent e Noémie Merlant, e com direção de Laurent Tirard, conta a história de Elisabeth, uma moça séria e honesta, e o capitão Neuville, covarde, desleal e sem escrúpulos. Ambos se detestam, mas…

Compartilhe: