A mulher em seu devido lugar nos traços de Fernanda Guedes: “Esse é o meu artivismo feminista”

Foi curtindo seu talento em desenhar mulheres fortes em cadernos, telas e paredes que pensamos em entrevistar Fernanda Guedes (a.k.a Lady Guedes), que se tornou ilustradora “trabalhando. Sempre desenhei e quando fui para o mercado de trabalho, foi isso que me abriu as portas. Desde 1998 que vivo só disso, com muita honra e orgulho. Acordo cedo, molho minhas plantas, tomo meu suco e começo a fazer o que me der vontade. Geralmente envolve desenhar, mas pode ser pintar, escrever, customizar ou criar um figurino…”. conta. Abaixo, mais sobre a artista e uma galeria com sua arte.

Fernanda Guedes a.k.a Lady Guedes Foto: acervo pessoal

A força do empoderamento
“Só retrato o que vejo e eu vejo muito poder nas mulheres. Algumas ainda não veem, e é pra elas que eu trabalho. Até recentemente, minha guerrilha era BUCETA POWER, focando na liberdade do corpo da mulher e de sua sexualidade. Por quê? Porque temos o clitóris, esse órgão tão poderoso e tão demonizado, que precisa sair do privado e vir a público, bem na cara da sociedade mesmo, para que as mulheres se conscientizem do poder sexual que tem. Por quê? Porque a sexualidade macho-centrada precisa acabar. Porque os relacionamentos precisam evoluir e eu acredito que a arte tem papel importante nessa transformação. Pensando nessa urgência em acordar a mulherada, fiz de 2018 um ano completamente voltado ao feminino, na busca de uma nova vertente para meu artivismo feminista: buscar espiritualidade através da conexão com a Terra. Foi dessa busca que nasceram os novos desenhos, as índias, as mulheres-montanha etc. Conecta Terra é um projeto de busca das minhas raízes indígenas e de conscientização para um relacionamento mais harmônico e respeitoso com a natureza e comigo mesma. Embarco agora em agosto para o Centro-Oeste e Região Amazônica, onde pretendo buscar inspiração para um livro que estou escrevendo. Quero também pintar nas comunidades ribeirinhas e aprender o máximo que puder dos mitos e da cultura ancestral. Dessa jornada sairão um livro ilustrado e uma exposição de originais e fotos das pinturas realizadas nas casas e muros das cidades visitadas. Acredito que o muralismo e a streetart me ajudam a alcançar mais pessoas com minha mensagem e, certamente, sair de SP para alcançar mulheres e comunidades isoladas será um desafio e um privilégio como artista.”

Quer ser ilustrador? Fica a dica…
“Comece já e desenhe todos os dias.”

5 perfis no Instagram que Fernanda ama!

@lambeb_ceta – O Lambe Buceta é um projeto maravilhoso das queridas Karen e Kelly que informa e desmistifica. Super necessário!
@nuvemv – Amo o trampo de rua dela, somos colegas no @efemmeras: um coletivo de mulheres grafiteiras.
@serifa_ – Outra colega do efêmeras, pintou comigo esta semana em Maresias e é de um talento e alegria absurdos.
@uyrasodoma – Comecei a seguir faz pouco tempo. É um biólogo amazonense que faz drag com plantas, uma loucura de lindo!

Siga Fernanda Guedes no Instagram!

Compartilhe: