Novidades, seu olhar da moda pós-redes sociais e dicas de marcas jovens pra seguir por Thiago Ferraz

Seguindo a proposta de dar voz a estilistas, stylists, músicos e outros artistas que fazem a cena cultural do Brasil andar, é a vez de ouvirmos Thiago Ferraz, que ajuda a criar imagens de moda que se refletem em desfiles, campanhas e editoriais de moda. Além da entrevista que fala sobre sua visão de como anda  nosso mundinho (“a moda hoje no Brasil passa por um momento de reajustes e ressignificados”), e algumas de suas boas novidades, Thiago indica pra gente novas marcas de moda pra seguir no Instagram.

Casa de Criadores – Conte suas novidades!
Thiago Ferraz – “Estou feliz no momento. Fora as colabs lindas que já foram realizadas (desfiles JP no SPFW e capas lindas pra GQ e Vogue), estou começando agitar a quinta edição da Fort Magazine, com novos conteúdos, realizando já alguns ensaios lindos e super especiais com colaboradores que admiro muito. E sigo dando continuidade com as colabs na Condé Nast. Fiz uma colab com o Giovanni Bianco, campanhas pra Fila e Aramis que ainda estão pra sair e outros que ainda não posso divulgar.”

Casa de Criadores – Como você observa a moda hoje no Brasil, seus acertos e erros?
Thiago Ferraz – “A moda hoje no Brasil passa por um momento de reajustes e ressignificados, com os reflexos da crise no país e no mundo. Formatos menores e mais simples não tiram de lado a criatividade, e enquanto as grandes marcas passam por reformulações, as pequenas são fonte criativa de novos modelos de negócio. Eventos como a Casa de Criadores ressalta a importância do suporte constante às pequenas marcas e a importância do giro que elas trazem no sistema. Existe um feeling latente de uma moda /imagem mais easy (contraponto com uma linguagem mais randômica que explora o cotidiano de uma maneira bem questionadora). Entendo que seja uma resposta a essa constante força das mídias sociais. Reflexo na última temporada por aqui – o escapismo é alimento pra criatividade. O see now buy now já mostrou sinal de que não funciona pra todos e entre empresas que podem ou não suportar esse giro frenético, até as grandes por aqui estão revendo posições nesse sentido. A falta de tempo ainda acho que é algo que emperra um pouco os processos de criação, mas acredito que já estamos acostumados e sabemos fazer assim. Mas desejo mais tempo.”

Casa de Criadores – Sobre imagem de moda, ela mudou do tempo em que você começou?
Thiago Ferraz – “Imagem de moda hoje tem um valor muito maior através das novas mídias. E a explosão da necessidade de divulgações fomentou mais ainda o mercado de imagem… Existe muito mais imagem sendo feita por conta desse espaço livre de exposição. Por um lado, abre frente para novos mas também banaliza muito a ideia de imagem de moda. E com isso também, tudo fica mais velho mais rapidamente. Fica descartável mais rápido e esquecido mesmo no registro.

“Por um lado é o movimento do agora, não tem como fugir disso, mas essa acessibilidade instantânea à informação muitas vez superficial também queima um processo, no qual eu comecei, e que tento preservar por mais old school que seja…rs… Buscar imagens mais eternas, mais atemporais dentro dos meus projetos. Não cair nas armadilhas das tendências que agora estão aí pra todos verem, se inspirarem e copiarem. Gosto da imagem que traz um real, mesmo com sonhos e desejos etc.”

“Adoro olhar para livros e revistas – ainda sou aquele que vai em livrarias. Ainda compro muito online pra pesquisa. Gosto de imergir mais em cada novidade que encontro e me inspira. O copy paste do momento eu tendo regular e dar mais tempo pro tempo de criação. Enfim… Nem sempre temos esse tempo, mas praticando isso sempre me sinto mais completo.”

Casa de Criadores – E agora, indica pra gente cinco marcas jovens que você gosta pra gente seguir no Instagram.
Thiago Ferraz – “Uhm, difficile, mas segue algumas que venho olhando mais….

@uniformeparis 

@MartineRose

@leje.offical

@qasimi_official

@room.hq

Visite o site de Thiago Ferraz e siga ele no Instagram.

Compartilhe: