Estilista cabo-verdiana Angela Brito leva as mitologias de sua terra ao line-up da Casa de Criadores

Brumedjos é um projeto de coleção para a marca Angela Brito que aborda Cabo Verde, sua pátria não somente como locação, mas enquanto um pano de fundo metafórico para expressar a ideia de um “não-lugar ”. Por se tratar de uma ilha antes despovoada, o conceito vem de histórias místicas sobre o início dessa terra e discorre sobre a ideia de desconexão e multiplicidade diante da nossa origem.

Desfile de Angela Brito / Foto: Marcelo Soubhia / FotoSite

A história da coleção lida com ancestralidade, inadequação e metamorfismo. “Descobrir o que não é monoelementar, nem único, nem sozinho mas misto e múltiplo. Inspirada por personagens mitológicos, como filhos perdidos da antiga Atlantis, a além-mar distantes do continente africano mas ainda em liames. A miscelânea étnica do povo cabo-verdiano promove múltiplos traços e tons que mimetizam essa terra plural. O solo é berço, geologia, embalado pelo vento que cambia. Noutra curva da estrada, o mar! O Atlântico a perder de vista entre a costa bruta, agreste, a pique. Nesse manto sob o mar d’onde habitamos e pertencemos. Forjados pela lava dos vulcões, corpos e mentes vivas e vermelhas. Somos o fruto ígneo do encontro, somos Brumedjos”, escreveu a estilista.

Sobre Angela Brito, é uma marca que carrega o nome da diretora criativa, uma cabo-verdiana. Fundada no Rio de Janeiro em 2014 e inspirada pela vontade da estilista de promover liberdade através da moda, a marca está intimamente ligada às suas vivências pessoais, através de formas clean, materiais preciosos e cores e estampas artísticas e elegantes. Confira o resultado!

Compartilhe: