Mais dias de arte em São Paulo. Nosso roteiro vem fervido e democrático!

Vai aí mais um roteiro para facilitar a busca entre tanta coisa acontecendo em São Paulo? Os próximos dias nos prometem muita arte com palestra sobre uma importante poetisa, festa de aniversário de uma top modelo e DJ, exposição de uma talentosa artista, festival com um mestre do cinema, shows de rock e muito mais. A gente se vê por aí, tá?

4 JULHO
Centro do Rock no CCSP
Organizado pela Secretaria Municipal de Cultura e pelo Centro Cultural São Paulo, o Centro do Rock volta este ano com o melhor do novo rock brasileiro, com show gratuitos na Sala Adoniran Barbosa, já considerado um templo do gênero em São Paulo. “São bandas de rock clássico, psicodélico, new metal, rock alternativo, hardcore, rock instrumental, noise, drone, pós-rock, rock progressivo, indie rock, shoegaze e pós-punk, entre outras variações do gênero de todo o país”, diz o convite. Se liga na programação completa e horários clicando aqui.

Centro Cultural São Paulo – CCSP
Rua Vergueiro, 1000
Gratuito

4 JULHO
FILE São Paulo 2018 no Centro Cultural Fiesp
O FILE (Festival Internacional de Linguagem Eletrônica) reúne obras de artistas que usam plataformas tecnológicas para construir poéticas que exploram os limites entre os mundos real e virtual e produzem sensações inusitadas. Considerado o mais importante evento de arte eletrônica da América Latina, o festival, em seu 19º ano, aborda o paradoxo entre o físico e o virtual, representados pelo corpo e por realidades e sensações criadas por meio do uso da tecnologia. As possibilidades criadas a partir dessa simbiose formam o fio condutor da mostra, que faz, nesta edição, uma alusão à célebre frase de Marshall McLuhan, ´o meio é a mensagem`, e adota como tema central O corpo é a Mensagem.

DE 04 DE JULHO A 12 DE AGOSTO
Terça a sábado, das 10h às 22h
Domingo, das 10h às 20h
Avenida Paulista, 1313, 01311-200 São Paulo

Gratuito

5 JULHO
Abertura da exposição da artista Luciana Araújo no Eugênia
De 5 de julho a 5 de setembro, as sereias abissais da artista paulistana ficarão expostas no Eugênia, espaço novo na Cônego Eugênio Leite criado por Viviane Ka, “escritora, pensadora e admirável mulher. Gostaria de convidar a todos que gostam do meu trabalho e da minha pessoa para a abertura e pro abraço. Faz um tempo que não exponho e estas obras, apesar de terem sido vistas na internet são bem mais impactantes ao vivo, como tudo que faço. Um estudo sobre oceano e sobre o mito da sereia (que não necessariamente precisa ser representada com cauda), mulheres místicas e hipnóticas que levam os homens à morte… Seriam elas feministas marinhas?!”, escreveu Luciana. A abertura acontece das 19h às 23h. Endereço na imagem abaixo!

5 JULHO
Espetáculo Molière | Uma Comédia Musical 
A peça narra um inusitado conflito entre a Comédia e a Tragédia na corte carnavalesca de Luis XIV, o Rei Sol da França. “Molière é uma disputa entre a comédia, representada pelo comediógrafo Molière (Matheus Nachtergaele), e a tragédia, personificada pelo poeta Jean Racine (Elcio Nogueira Seixas). Amado pelo público e favorito do extravagante Luis XIV, o Rei Sol (Nilton Bicudo), Molière terá de enfrentar numa luta tragicômica, repleta de trapaças e reviravoltas, seu aprendiz Racine pela posição de melhor dramaturgo da corte. Enquanto isso, o fanático Arcebispo de Paris, Monsenhor Péréfixe (Renato Borghi), entusiasta da guerra, tentará se aproveitar do conflito para banir do reino o teatro e seus artistas, para lançar a França em uma era de conquistas e sacrifício”, diz o convite. Embalada por músicas de Caetano Veloso, executadas ao vivo e com arranjos originais do maestro Gilson Fukushima, a comédia musical faz parte do projeto de intercâmbio cultural promovido pelo Sesi-SP e o Teatro Promíscuo. Com obra da estreante roteirista, escritora e dramaturga mexicana Sabina Berman, o espetáculo é dirigido por Diego Fortes, ganhador do Prêmio Shell em 2017 por O Grande Sucesso.


Quinta-feira às 20:00 – 22:00
Centro Cultural Fiesp
Avenida Paulista, 1313, 01311-200 São Paulo
Gratuito

6 JULHO
Letrux 1 Ano de Climão no Cine Joia
O Cine Joia apresenta Letrux 1 ano de Climão Dia 6 de julho de 2017, “o dia em que Coisa Banho de Mar veio ao mundo. Nadei pelada, protegi as partes, rajadas de trovão, uau. Que brutal esse caldo que esse disco me deu, nos deu. Nadamos, seguimos, estamos aqui. Chegamos.  Corta para um ano depois. 6 de julho de 2018. A névoa climática perdura, o Brasyl nos faz rir quando não nos faz chorar, continuamos nos estranhando, mas bailaremos e bailaremos muito até que tudo faça algum sentido maior. Te convido para estar presente nesse bolinho de aniversário comigo, com a gente”, escreveu a cantora. Com participação especial de Luedji Luna. Siga a gata no Facebook e no Instagram.

Cine Joia
Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade
Ingressos aqui

7 JULHO
1° Feira Tecendo Idéias – II Bienal De Artes Ouvidor 63
A abertura marca o inicio de um novo ciclo para projetos, criando feiras e eventos visando dar apoio cultural e incentivo para mulheres, com marcas autorais, viabilizando a economia solidária. Com uma forma alternativa e consciente de reinventar e reapropriar da palavra MODA. Valorizando a produção em pequena escala, resgatando as nossas ancestralidades através da confecção manual”, diz o release.

Centro Cultural Ocupa Ouvidor 63
Rua: do Ouvidor, 63

7 JULHO
Aniversário de Marina Dias no Nø Mercy / Club Jerome

Cacá Ribeiro & Marina Dias convidam todos para o aniversário da modelo e DJ com ela e mais Pedro Paulo, Márcio Vermelho) e Ivana Wonder no som. “Os sábados do Jerome tem foco na música eletrônica atual (disco à house, do deep ao techno). A cada edição um ou dois convidados se revezam com os DJs residentes da noite: Marina Dias e Pedro Paulo Reinholz”, diz o convite.

Rua Mato Grosso, 398
Ingressos · R$ 50 – R$ 130
Pague no evento

8 JULHO
Dora 100 anos na Casa das Rosas
Organizado por Inês Bianchi, a palestra “Dora Ferreira da Silva e a consciência da época na poesia brasileira” traz as palestrantes Enivalda Nunes Freitas e Souza, da Universidade Federal de Uberlândia, e Lyza Brasil, do Insituto Moreira Salles, além do moderador Rodrigo Petrônio, para falar sobre esta artista que precisa ser mais valorizada na nossa cultura. Ah, e lançamento dos livros “Uma via de ver as coisas”, reedição de Dora Ferreira da Silva, e “O olho do girassol”, de Inês Ferreira da Silva Bianchi – Miguel Jubé, além de recital de violão por Felipe Bianchi e performances, leituras poéticas e recital de música com Bernardo de Toledo Piza. A ligação da artista com Carlos Drummond de Andrade entra na panela. Essa é pra turma mais cult, que se amarra em literatura e adora pesquisar nosso passado.

Casa das Rosas
Avenida Paulista, 37

13 JULHO
Exposição Hitchcock – Bastidores do suspense

E pra fechar, já se organize para o dia 13, quando o cineasta considerado o mestre do suspense ganha exposição no MIS, com apoio da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. A exposição é inteiramente concebida e desenvolvida pelo Museu sobre Alfred Hitchcock. Tem curadoria de André Sturm, cineasta e ex-diretor do MIS. “Através da longa filmografia de Hitchcock, o público pode conhecer os diversos aspectos e elementos que tornaram suas obras audiovisuais, grandes sucessos e de inquestionável vanguardismo técnico e artístico. Hitchcock se ocupava de todas as etapas e processos de seus filmes, desde o argumento inicial ou pré-roteiro até a finalização e edição dos filmes, passando pela direção de arte, direção de fotografia e até indicação de como seria o design do pôster e seu plano de divulgação. Este domínio pleno e controle de todas as etapas da feitura de seus filmes estão presentes na mostra, que apresenta ao público um cineasta completo e preocupado com cada detalhe de suas produções. Entre os itens selecionados pela curadoria estão fotos, manuscritos, storyboards, croquis de figurinos, cartazes e materiais de divulgação dos filmes, como kits de imprensa e lobby cards (fotos de porta de cinema ou cartazetes), matérias de jornais e revistas e diversos outros elementos”, diz o convite. A abertura contará com uma virada durante a madrugada: o público poderá visitar a exposição das 10h de sexta (13.07) até as 21h de sábado (14.07). Ai que delícia! Os ingressos já estão à venda. Quem faz parte do +MIS, programa de apoiadores do Museu, entra na exposição gratuitamente. Saiba mais aqui.

Museu da Imagem e do Som – MIS SP
Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Compartilhe: