Pra você, cinéfilo! São Paulo vai sediar a festival Cinefantasy, com o melhor do cinema fantástico

Gosta de cinema fantástico? Vem aí o Cinefantasy, evento internacional criado para fomentar, debater e difundir o cinema fantástico e seu universo, com foco em filmes de fantasia, ficção cientifica e terror, de diversos lugares do mundo. “Este ano, a 8ª edição recebeu 547 filmes, de 44 países e cinco continentes. Esses números refletem o reconhecimento do gênero que na última edição do Oscar consagrou o filme ‘A Forma da Água”, de Guilherme Del Toro, com a premiação nas principais categorias. Do mesmo modo, no cinema brasileiro o gênero se consolida, visto que das produções pré-selecionadas para representar o Brasil no Oscar 2019 estão os títulos ‘As Boas Maneiras’, de Juliana Rojas e Marco Dutra, e ‘O Animal Cordial’, de  Gabriela Amaral Almeida. Nas edições anteriores, o Cinefantasy exibiu as obras dos cineastas Denis Villeneuve (‘A Chegada’ e ‘Blader Runner 2049’), Marc Price (‘Colin’, filme de 45 libras que foi exibido em Cannes), Pedro Pires (premiado no Festival de Berlim), Alê Abreu (‘O Menino e o Mundo’), Victor-Hugo Borges (‘Historietas Fantásticas para Crianças Mal-Criadas’) e Andrés Muschietti (diretor de ‘Mamá’ com produção de Guillhermo del Toro). E homenageou José Mojica Marins e Ruggero Deodato”, conta Monica Trigo, diretora geral do festival no Brasil.

O Cinefantasy apresentará três ações descentralizadas na cidade de São Paulo. A primeira é o Esquenta Cinefantasy, com exibição ao ar livre dos filmes de curta-metragem premiados na 7ª edição, que acontecerá no dia 31 de outubro, às 19h, no Centro Cultural da Juventude, na Zona Norte.

A segunda, com cinco atividades formativas na Oficina Cultural Oswald de Andrade, e a 8ª edição do festival que será realizado de 6 a 11 de novembro no CCSP – Centro Cultural São Paulo, na Vergueiro, com três sessões diárias.

O festival abriu inscrições no dia 26 de abril até 22 de junho e foram inscritos 547 filmes. “A curadora lançou um olhar sobre a qualidade técnica e artística, originalidade, conceito, inovação e execução das obras. Outro recorte importante do festival é o Panorama Homenageado que este ano fará um tributo à cineasta Juliana Rojas pelo conjunto de sua obra”, explica o curador Eduardo Santana.

Os filmes participantes
O Cinefantasy apresentará 18 sessões de cinema, 10 de longas-metragens, sete de curtas-metragens e uma homenagem. Já foram selecionados 10 longas para a mostra competitiva, onde três são títulos brasileiros e espanhóis, dois portugueses, um tailandês e um do Reino Unido. O Brasil será representado com “O Barco”, de Petrus Cariry, que recebeu no último Cine Ceará 4 prêmios, além de ‘Terra e Luz’ de Renné França, um filme de baixíssimo orçamento, e “Mata Negra”, quinto filme do diretor capixaba Rodrigo Aragão.

Os filmes internacionais são todos inéditos no Brasil. Da Espanha foram selecionados a ficção científica “Bloggers”, de Angel M. Chivite e Alber Estévez, a comédia fantasia “Blue Rai”, de Pedro B. Abreu, e “Sant Martín” de David Ruiz e Albert València, um terror catalão (slasher).

De Portugal serão exibidos “Gelo”, de Gonçalo Galvão Teles e Luis Galvão Teles, que conta uma história de uma mulher nascida a partir do DNA de um homem da Idade do Gelo, e “Uma Vida Sublime”, de Luis Diogo, que apresenta um terror soft. Da Asia, o representante tailandês “Eullenia de Paul Spurrier” é um thriller sobre um bilionário inglês que acredita que todos os seus piores desejos podem ser cumpridos. E do Reino Unido vem”Polterheist”, de David Gilbank, que taz uma criativa síntese de Snatch com “Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes”.

Cena do filme “Terra e Luz” / Divulgação

A seleção dos curtas-metragens está em fase de finalização pela Curadoria para as Mostras Curtas Fantasia, Curtas de Horror, Curtas de Animação, Curtas de Ficção Científica, Curtas Amadores e Curtas Estudantes, Mulheres Fantásticas e Espanha Fantástica. Fique esperto!

Compartilhe: