5 super projetos feitos por feministas brasileiras! Dicas da jornalista Livia Deodato

Ser feminista não é só levantar bandeiras. Ser feminista está na alma de toda mulher e homem que acredita no igualdade dos gêneros. E nesse perfil está a jornalista Livia Deodato, que aceitou nosso pedido de indicar alguns projetos de feministas que vêm fazendo a diferença no Brasil. Mas antes, um pouquinho da mina… “Sou jornalista de formação e há quase 15 anos me dedico a produzir conteúdo, especialmente sobre Cultura e Comportamento. Já passei por algumas das maiores redações do país, como Estadão, Época, Marie Claire, Vejinha, canal Arte 1, e atuei em diversas plataformas online, como a versão brasileira do site feminista Jezebel. Já tive a oportunidade de conhecer e entrevistar as mais diversas pessoas, do Sertão do Cariri ao Vale do Jequitinhonha, de Dublin a Rishikesh. Adoro ouvir e contar boas histórias, além de conectar as pessoas por trás delas. Criei o grupo Escambo de Talentos no Facebook no dia 17 de janeiro de 2017, cujo objetivo é ser um espaço para troca de talentos sem envolvimento de dinheiro. O grupo conta atualmente com mais de 20.500 pessoas (e contando).”

5 projetos de meninas feministas pra engrossar o caldo da igualdade entre os gêneros!
“Selecionei apenas projetos de mulheres brasileiras, não só para prestigiá-las, mas também para mostrar o olhar único que temos sobre a importância do feminismo em diversas esferas”.

Um –Ada – A plataforma foi criada por jornalistas especializadas em Tecnologia e Mídias Digitais e traz matérias, entrevistas e artigos sobre a atuação de mulheres de todo o mundo numa área que sempre foi dominada por homens.

Imagem: Reprodução sita Ada

Dois – Hysteria – O site reúne notícias quentes para qualquer feminista antenada(o). Traz também playlists, curtas, séries e depoimentos tocantes dos mais variados assuntos.

Imagem: Reprodução Site Hysteria

Três – Think Olga – Fundado em 2013, a ONG nasceu com o objetivo de empoderar mulheres por meio da informação. E conseguiu. Virou referência quando se pensa em pautas relevantes em torno do tema: fornecem desde listas de mulheres inspiradoras a séries sobre a atuação das mulheres na política.

Quatro – LesAmplix – É uma produtora de conteúdo audiovisual de autoconhecimento, cujo foco são os cursos online. Grande parte deles são dados por mulheres, que tratam sobre astrologia, chakras e tarô. Há também podcasts interessantes, como o que trata sobre luz x sombra.


Cinco – Mamilos – O podcast semanal busca debater os assuntos mais polêmicos que surgem nas redes sociais, a partir do ponto de vista de suas fundadoras, mas sempre com convidados interessantes.]

Com vocês… a jornalista hiperantenada e feminista Livia Deodato

Ah, calma, tem mais…. O que é ser feminista pra você, Livia?
“É ter espaço para dizer o que sente como mulher e ser respeitada por isso. É não impor regras, como o patriarcado sempre o fez, mas sim estar aberta à escuta principalmente de outras mulheres com diferentes experiências e visões. É ser resiliente e acreditar que, um dia, os sagrados feminino e masculino vão se unir novamente.”

E esse brasil, o que os homens precisam aprender pra serem merecedores de vocês, minas legais?
“Escuta, empatia e respeito. É pedir muito? :-)”

Foto do começo desta reportagem é do site Hysteria! Obrigado, meninas!

Compartilhe: