Pensando em ausências, Renata Buzzo desfila seu poema em forma de coleção de moda

Renata Buzzo, estilista usa de estética poética em suas coleções e é uma defensora dos animais e de questões ligadas ao meio ambiente, tendo em vista que é vegana e aposta em materiais naturais ou reciclados em suas coleções, volta a divulgar uma poesia para explicar sua nova coleção. Ausência é a questão da vez, apresentada em forma de coleção no penúltimo dia da 44ª edição da Casa de Criadores.

RUBRICA / Eu queria falar de ausências / Mas como é que fala da ausência / Presente? / Ausência latente / Ausência que não é ausente / Ausência que corre, pulsa / Lateja nervosa / Na minha garganta / aos gritos / No meu furor maldito / Vc está aqui / Doce e bandido / Tem mais você / do que vazio / A cólera hereditária / A fleuma apática / Dorme ao contrário / Pé na cara / Pra não se envolver / Depois morre de amores / Ao ver o outro morrer / Os desamores / Os dissabores / Os destemperos / Coloco a mesa / Pra te fartar / Viro a mesma / Pra te matar / Eu gosto / Até você gostar / Depois o enfado / De ter que te suportar / Eu queria falar de presença / Da presença deles em mim / Mas como é que se fala de presença / Com tanta ausência? / Tem dois vazios aqui.

Compartilhe: